Flávio Rocha é condenado a pagar R$153 mil por injúria a procuradora

Flávio Rocha, empresário e pré-candidato à presidência pelo PRB, foi condenado a pagar 153 mil reais por injúria e danos morais a procuradora Trabalho Ileana Neiva Mousinho.

Rocha havia utilizado seu perfil em redes sociais para atacar a procuradora do Ministério Público Federal (MPF) potiguar ainda no ano passado.

Ileana Neiva Mousinho e outros nove procuradores haviam apresentado uma ação contra a Guararapes Confecções – empresa de Rocha – por entenderem que empregados de empresas terceirizadas contratadas deveriam gozar de direitos trabalhistas de que não se beneficiavam.

Algumas das frases e dos termos publicados por Flávio Rocha nas redes sociais:

  • “Exterminadora de empregos”
  • “Perseguidora”
  • “Perseguir quem trabalha”
  • “Tirem a doutora Mousinho da nossa vida e nós vamos transformar o RN”

A sentença foi dada pelo juiz Walter Nunes da Silva Júnior, da 2ª Vara Federal no Rio Grande do Norte. Porém, vale lembrar que ainda há a possibilidade de recurso.

Anúncios