Justiça dos EUA valida decreto de Trump que barra entrada de muçulmanos no país

A Suprema Corte dos EUA julgou nesta terça-feira (26) o decreto de Donald Trump que barra a entrada de migrantes muçulmanos no país, realizado em setembro de 2017. A decisão, adotada por cinco contra quatro juízes, ratifica o decreto, que proíbe a entrada em território americano de cidadãos de seis países, a maioria muçulmanos: Líbia, Irã, Somália, Síria e Iêmen e impõe restrições aos cidadãos da Venezuela e da Coreia do Norte.

Fonte: Estadão

 

Anúncios