Maduro aplica nova forma de censura ao povo venezuelano

Não é novidade para ninguém que o modelo de governo venezuelano chegou a grandes níveis de intervencionismo. Entretanto, o que não se havia ainda visto era uma nova estratégia de censura que Nicolás Maduro começou a impor ao seu povo: bloqueio de servidores de jornais online.

Em comunicado divulgado esta terça-feira em Caracas, o Instituto de Imprensa e Sociedade (IPYS) venezuelano considera que “esses fatos revelaram uma nova forma de censura na Internet que opera na Venezuela através do bloqueio por HTTP, que impede a resposta a solicitações de ligação direcionadas aos servidores onde esses sites estão hospedados”.

“Os utilizadores de Internet em Venezuela têm mais dificuldades para consultar conteúdos noticiosos no meio digital através de serviços de conexão fixa e móvel. Isso foi sentido em dois episódios de censura na rede que afetaram os portais de notícias La Patilla e El Nacional durante os dias 6 e 7 de junho, que foram executados sem qualquer ordem judicial nem qualquer explicação formal dos teleoperadores”, informa o IPYS.

Fonte: Instituto de Imprensa e Sociedade da Venezuela

Anúncios